Esta é uma história verídica passada comigo que aproveito para vos contar e fazer uma comparação com o que não se deve fazer em qualquer negócio

O que não se deve fazer

Era domingo dia 18 de dezembro de 2011, saí de casa pelas 17 horas e fui a uma lanchonete fazer uma pequena refeição perto da minha morada e quando saí da lanchonete, como passo muito tempo sentado na frente do computador, decidi fazer uma caminhada a pé pelas redondezas, para me exercitar um pouco.

A dada altura da minha caminhada reparei que estavam sentados à porta de sua casa uns amigos aos quais eu me dirigi a cumprimentar.

Conversa puxa conversa passei a informação de que sabia fazer bolinhos de bacalhau e isso motivou o interesse geral e pouco depois estava na cozinha do casal a executar a tarefa a que tinha proposto fazer, os bolinhos de bacalhau.

A receita que experimentei fazer e numa primeira fase até à conclusão da massa, para fritar, os bolinhos estava tudo bem e muito saboroso, mas, e aqui vem o problema a massa não tinha consistência para fazer a fritura porque ao colocar a fritar a massa ficava toda separada em pequenos buracos por excesso de gordura dentro.

Tentei colocar mais um pouco de farinha para ganhar consistência, mas mesmo assim nada.

O que estava mal, me esqueci de bater umas claras de ovo para criar a ligação dos componentes da massa e então com a atrapalhação a coisa correu mesmo mal.

O resultado de tudo isto foi a decepção dos meus amigos que colocaram tudo ao meu dispor e serviço, mas eu não consegui fazer o que me tinha proposto.

Não dormi de domingo para segunda pensando no que tinha feito e eu próprio fiquei aborrecido com o acontecimento.

Entretanto como tinha uma aula de culinária nessa segunda-feira seguinte pelas 15,30 coloquei o problema ao Chefe/Professor que me indicou o que poderia ter feito (acrescentar as claras de ovo batidas) para conseguir a consistência necessária que permitisse a fritura, ainda pensei nesse dia voltar a casa das pessoas, mas achei por bem não o fazer e aguardar por uma oportunidade melhor e só depois de voltar a fazer a receita e obter a experiência necessária para que nada falhe.

Bolinhos de bacalhau

EM CONCLUSÃO

Bolinhos de Bacalhau com arroz de tomate e salada de alface

Me propus fazer uma receita nova embora de minha autoria e porque achava que ria resultar, mas ainda não tinha experimentado e decepcionei as pessoas ao tentar apresentar a receita.

Se transcrevermos isto para um negócio, eu fiz precisamente aquilo que não devia ter feito, fiz aquilo para a qual não tinha experiência, colocando em risco o meu negócio com a decepção das pessoas que pretendia que ficassem do meu lado para a expansão da minha liderança como cozinheiro.

Deveria me ter informado muito bem e passado a mensagem conforme mandaria a receita correta e isso eu não fiz.

E ainda corri o risco e o desagrado dos meus amigos (clientes em comparação) se sentirem prejudicados e evitarem o contato comigo, mas para meu agrado e com a compreensão deles isso não aconteceu, em compensação quando os encontrava voltavam a falar dos meus bolinhos de bacalhau e brincavam com isso o que era menos mal.

Moral desta história

Nunca demonstrem o que não sabem, é necessário que saibam muito bem tudo o que pretendam apresentar à vossa lista (vossos clientes), para que não o ponham em risco o negócio que representam. 

 

Bolinhos de bacalhau no prato

MORAL DA HISTÓRIA

Nunca desista de fazer mais e melhor no fazer encontra a perfeição

comments agree 2